Candidaturas Abertas

INTERNACIONALIZAR 2020 - PROJETOS INDIVIDUAIS

Data de Início
2015/03/27
Data de Fim
2020/12/31
Tipologias de operações e modalidade de candidatura
São suscetíveis de financiamento os projetos de promoção da internacionalização que visem: 
  • O conhecimento de mercados externos;
  • A presença na web, através da economia digital, incluindo designadamente o lançamento de catálogos virtuais de bens e serviços;
  • O desenvolvimento e promoção internacional de marcas;
  • A prospeção e presença em mercados internacionais;
  • O marketing internacional;
  • A introdução de novo método de organização nas práticas comerciais ou nas relações externas;
  • As certificações específicas para os mercados externos.
Beneficiários
Empresas de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica.
Área geográfica de aplicação
Região Autónoma da Madeira.
Âmbito setorial
São elegíveis projetos em todas atividades económicas, com especial incidência para aquelas que visam a produção de bens e serviços transacionáveis e internacionalizáveis ou contribuam para a cadeira de valor dos mesmos e não digam respeito a serviços de interesse económico geral.

Estão excluídos os projetos que incidam nas seguintes atividades (de acordo com a CAE):
  • Eletricidade, gás, vapor, água quente e fria e ar frio – divisão 35, com exceção das energias renováveis incluída na subclasse 35113;
  • Captação, tratamento e distribuição de água – divisão 36;
  • Promoção Imobiliária - divisão 411;
  • Transportes por água, aéreos e atividades postais e de courier – divisões 49, 50, 51 e 53, com exceção do grupo 501;
  • Rádio e televisão e telecomunicações - divisões 60 e 61;
  • Financeiras e de seguros – divisões 64 a 66;
  • Atividades Imobiliárias – divisão 68;
  • Veterinárias – divisão 75;
  • Apoio social – divisões 87 e 88;
  • Lotarias e outros jogos de aposta – divisão 92;
  • Outras atividades de serviços – divisões 94 e 97 a 99.
Despesas elegíveis
Aquisições para aplicação de novos métodos organizacionais, integrados no conceito de “inovação organizacional”:
  • Equipamentos, na medida em que forem utilizados no projeto;
  • Software relacionado com o desenvolvimento do projeto;
  • Custo com a contratação de um máximo de dois novos quadros técnicos por projeto, com nível de qualificação igual ou superior a 6, nos termos definidos no anexo II da Portaria n.º 782/2009, de 23 de julho, afetos exclusivamente ao projeto e durante a execução do mesmo;
Participação em feiras e exposições no exterior:
  • Custos com o arrendamento de espaços, incluindo os serviços prestados pelas entidades organizadoras das feiras, nomeadamente os relativos aos consumos de água, eletricidade, comunicações, inserções em catálogo de feira e os serviços de tradução/intérpretes;
  • Custos com a construção do stand, incluindo os serviços associados à conceção, construção e montagem de espaços de exposição, nomeadamente aluguer de equipamentos e mobiliário, transporte e manuseamento de mostruários, materiais e outros suportes promocionais;
  • Custos de funcionamento do stand, incluindo os serviços de deslocação e alojamento dos representantes das empresas e outras despesas de representação, bem como a contratação de tradutores/intérpretes externos à organização das feiras.
Serviços de consultoria especializados, prestados por consultores externos, relacionados com:
  • Prospeção e captação de novos clientes, incluindo missões de importadores para conhecimento da oferta do beneficiário, realizadas em território nacional ou internacional;
  • Ações de promoção realizadas em mercados externos, designadamente assessoria de imprensa, relações públicas, consultoria de mercado e assistência técnica à preparação de eventos;
  • Campanhas de marketing nos mercados externos, que compreende a contratação de serviços nas áreas de mailing e telemarketing, publicidade e meios de comunicação especializados;
  • Custos com a entidade certificadora e com a realização de testes e ensaios em laboratórios acreditados;
  • Custos de conceção e registo associados à criação de novas marcas;
  • Custos iniciais associados à domiciliação de aplicações, adesão inicial a plataformas eletrónicas, subscrição inicial de aplicações em regimes de “software as a service”, criação e publicação inicial de novos conteúdos eletrónicos, bem como a inclusão ou catalogação em diretórios ou motores de busca;
  • Custos com a elaboração de propostas de serviços/fornecimentos no âmbito da contratação pública internacional;
  • Estudos, diagnósticos e auditorias para o conhecimento dos mercados alvo e da estratégia de internacionalização;
  • Custos com o projeto de design, desenvolvimento e engenharia de produtos, serviços e processos;
  • Custos com o desenvolvimento de software e redesenho de processos adequados ao processamento da informação e das infraestrutura de rede local;
  • Custos com a intervenção do Técnico Oficial de Contas ou Revisor Oficial de Contas na validação da despesa dos pedidos de pagamento até ao limite de € 3.000 por projeto;
  • Custos com a elaboração da candidatura e planos de negócios diretamente relacionados com a conceção, implementação e avaliação do projeto até ao limite de € 5.000.
  • Obtenção, validação e defesa de patentes e outros custos de registo de propriedade industrial.
Taxas de financiamento das despesas elegíveis
A taxa de incentivo a conceder é de 30% das despesas elegíveis, podendo ser acrescida das seguintes majorações:
  • 10% para projetos apresentados por PME;
  • 10% para projetos que contribuam para o aumento da notoriedade internacional da RAM enquanto região turística.
Forma e Limites dos Apoios
Incentivo não reembolsável, com o limite de 250.000 euros.
Candidaturas Abertas
Açores 2020
SI Competitividade Empresarial - Empreendedorismo Qualificado e Criativo
SI Competitividade Empresarial - Qualificação e Inovação
SI Competitividade Empresarial - Desenvolvimento Local e Fomento da Base Económica de Exportação
Reforço do conhecimento dos riscos e consequente capacidade de adaptação às alterações climáticas
Aumentar a capacidade de resiliência a situações de catástrofes - Erosão Costeira
Aumentar a capacidade de resiliência a situações de catástrofes - Planeamento e gestão de riscos
Valorizar os resíduos, reduzindo a produção e deposição em aterro, aumentando a recolha seletiva e a reciclagem
Otimizar e gerir de modo eficiente os recursos hídricos numa ótica de utilização, proteção e valorização e otimização e gestão eficiente dos recursos e infraestruturas existentes, no âmbito do ciclo urbano da água
Aumentar a eficiência e a segurança na mobilidade terrestre de mercadorias e de passageiros
Aumentar os fluxos e os movimentos de mercadorias e passageiros, utilizando o sistema aéreo e marítimo
Estágios Profissionais
Programas Ocupacionais de Âmbito Local e ao serviço à Comunidade
Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial – Internacionalização
Plano de Mobilidade Urbana Sustentável
Aumentar os fluxos e os movimentos de mercadorias e passageiros, utilizando o sistema aéreo e marítimo
Infraestruturas centros ambientais
Cursos Profissionais
Completar a rede pública de ensino da Região
Promover o empreendedorismo qualificado e criativo, enquanto potencial de inovação e regeneração dos tecidos económicos setoriais e regionais - Ações Coletivas
Reforçar a capacitação empresarial das empresas regionais para a competitividade - Ações Coletivas
Reduzir os custos de contexto através do reforço da disponibilidade e fomento da utilização de serviços em rede da administração pública e melhorar a eficiência da administração
Reforçar a capacitação empresarial visando a cobertura das empresas regionais aos mercados exteriores - Ações Coletivas
Melhorar o acesso à saúde
Otimizar e gerir de modo eficiente os recursos hídricos
Promover o conhecimento e a valorização da biodiversidade e dos ecossistemas
Madeira 14-20
Internacionalizar 2020 - Projetos Individuais
Internacionalizar 2020 - Vale Internacionalização
Inovar 2020 – Investimento empresarial em inovação produtiva
PROciência 2020 - Copromoção
PROciência 2020 - Individual
Ensino Profissional_Transição
Instalações de apoio para atividades económicas tradicionais geradoras de emprego local
Adaptação e criação de novas funcionalidades de equipamentos públicos que promovam a inclusão social
Ações integradas de reabilitação urbana com fins sociais
Regeneração socioeconómica e física de comunidades e zonas desfavorecidas
Adaptação de infraestruturas e novos equipamentos de saúde relacionados com cuidados primários cuidados hospitalares e novas valências de intervenção
Criação de Emprego
Melhoria das infraestruturas sociais
Melhoria das infraestruturas de saúde
Regeneração das zonas urbanas nas frentes mar
Reaproveitamento de espaços urbanos degradados para a criação de espaços públicos
Equipamentos para monitorização da qualidade do ar e do ruído
Desenvolvimento de experiências inovadoras e de ações piloto no âmbito do desenvolvimento urbano sustentável
Reutilização / reurbanização de espaços industriais desativados (operações integradas) direcionadas para o fomento da inovação, o acolhimento de novas atividades, a valorização da cultura e a promoção do empreendedorismo
Reabilitação de edifícios (apenas fachadas e coberturas) de entidades públicas que se destinem ao seu funcionamento
Reabilitação integral de edifícios que tenham por objeto equipamentos de utilização coletiva de natureza pública
Qualificação / criação do espaço público (inclui demolição de edifícios, desde que integrada na reabilitação do conj. edificado envolvente)
Produção e Difusão de Conteúdos Culturais Resultantes de Parcerias
Promoção do Património Cultural
Infra. Formação - Equipamentos para a área profissionalizante, nas escolas básicas e secundárias
Equipamentos para o Ensino Superior - cursos ISCED5
Equipamentos de oficinas de centros de formação
Infra. Ensino Básico e Secundário - Equipamentos para a área profissionalizante, nas escolas básicas e secundárias
Modernização e reabilitação de edifícios escolares do ensino básico e secundário e formação profissional
Equipamentos e Infraestruturas Científicas de Interesse Estratégico
Investigação científica e Desenvolvimento Tecnológico
Disseminação de resultados no âmbito da participação em projetos I&D financiados pela UE
Investimento na proteção, promoção e desenvolvimento do património natural
Promoção do Património Natural na Vertente Turística
Promoção do Património Cultural Marítimo e Valorização dos Pontos de Acesso ao Mar
Infraestruturas de apoio à visitação
Projetos integrados que reduzam os custos de contexto e encargos administrativos a cidadãos e agentes económicos
Disponibilização de serviços eletrónicos, em pontos únicos, para atendimento e/ou comunicação interna
Digitalização e disponibilização de serviços online
Ações coletivas de estímulo à Internacionalização
Ações coletivas de estímulo ao empreendedorismo
Ações coletivas de demonstração, sensibilização e difusão de boas práticas para o empreendedorismo
Ações de Promoção da Economia da Região
Ações coletivas de disseminação de boas práticas para a Qualificação e Inovação das PME
Construção da Via Rápida Câmara de Lobos/ Estreito de Câmara de Lobos
Empreender 2020 - Projetos Individuais
A Forum Projecto é uma empresa integradora de serviços de consultoria nos domínios estratégico, financeiro, de gestão e de apoio ao investimento.

Projetos de Investimento, Plano de Recuperação de Empresas, Elaboração do Plano de Negócios da Empresa, Estudos Económico-Financeiros.
Subscreva a nossa Newsletter!
Contacte-nos
Av. Dr. Lourenço Peixinho
Edifício 15, 6º D
3800-164 Aveiro

Tel.: 234 249 103 /4/5/6
geral@forumprojecto.com

Azulzen

Copyright 2015 | All Rights Reserved